5 (1)"> Problemas com espuma na ETE? Conheça as causas e medidas corretivas<span class="rmp-archive-results-widget "><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (1)</span></span>

Problemas com espuma na ETE? Conheça as causas e medidas corretivas 5 (1)

2 minutos Muitas plantas de lodos ativados bem operadas têm problemas com espumas. Uma pequena camada de espuma de coloração marrom cobrindo aproximadamente 30 cm da superfície do tanque de aeração. No entanto, se a espuma se torna excessiva, a operação do sistema poderá ser afetada. O acúmulo excessivo de espuma no tanque de aeração pode resultar em passarelas, guarda corpos e equipamentos cobertos por espuma com um simples vento, bem como criando um aspecto desagradável na planta. Problemas com espumas podem ser divididas Leia mais

0 (0)"> Respirometria como solução de problemas em ETEs<span class="rmp-archive-results-widget rmp-archive-results-widget--not-rated"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i> <span>0 (0)</span></span>

Respirometria como solução de problemas em ETEs 0 (0)

3 minutos Um dos aspectos mais importantes no desempenho de uma ETE diz respeito a própria rotina de controle e operação realizada pela equipe técnica. É bastante oportuno que ocorra um perfeito conhecimento do processo de tratamento em questão, e também uma eficiente estratégia de controle e monitoramento, e é ai que a respirometria em estações de tratamento de efluentes é fundamental, veja porque. Em um sistema de tratamento de efluentes, é valioso prever como as mudanças operacionais, tais como incrementos de cargas, efluentes Leia mais

5 (6)"> Desmistificando a DBO: importância e os principais erros<span class="rmp-archive-results-widget "><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (6)</span></span>

Desmistificando a DBO: importância e os principais erros 5 (6)

7 minutos No dia a dia operacional, vimos que a compreensão da DBO não é tão popular quanto o termo, mas na prática: o que é a demanda bioquímica de oxigênio? A DBO, diferente de outros parâmetros físico químicos também populares, ainda gera inúmeras dúvidas quanto ao desenvolvimento da análise e sua interpretação, talvez seja porque a demanda bioquímica de oxigênio não é uma “partícula definível”, você não pode contar moléculas de DBO. A intenção dessa análise é de fato medir o efeito da amostra Leia mais

5 (1)"> 6 Livros sobre tratamento de água que você deveria ler<span class="rmp-archive-results-widget "><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (1)</span></span>

6 Livros sobre tratamento de água que você deveria ler 5 (1)

6 minutos Nessa rotina louca com inúmeras reuniões e atividades parece não sobrar tempo para mais nada, não é? Que tal ter como meta ler alguns dos melhores livros sobre tratamento de água até o final do ano? Achou muito? Mas precisamos nos atualizar e devemos sempre ter bons livros à mão. Então separamos para você uma lista de 6 livros sobre tratamento de água, que ultrapassaram o tempo e permanecem importantes e extremamente relevantes nos dias de hoje. E mais, podem lhe ajudar Leia mais

5 (1)"> Estratégia efetiva de gestão na sua estação de tratamento em 3 passos<span class="rmp-archive-results-widget "><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (1)</span></span>

Estratégia efetiva de gestão na sua estação de tratamento em 3 passos 5 (1)

2 minutos Como colocar ordem na sua ETA ou ETE? Por onde começar? Aprenda a fazer uma checklist de gestão da ETA e ETE que poderá ajudar você a gerenciar melhor sua planta e o mais importante, mantê-la sempre em ordem! O que é? Esta palavra(checklist) é a junção de check (verificar) e list (lista). Uma checklist é um instrumento de controle que pode e deve ser implementado na gestão da ETA e ETE. É composta por um conjunto de condutas, nomes, itens ou Leia mais

4 (1)"> Água e emprego: porque investir nessa carreira?<span class="rmp-archive-results-widget "><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i> <span>4 (1)</span></span>

Água e emprego: porque investir nessa carreira? 4 (1)

2 minutos Você sabia que três em cada quatro empregos no mundo dependem da água? De acordo com relatório da ONU divulgado este ano e intitulado “Água e emprego” mais de 1,4 bilhão de empregos, ou 42% da força de trabalho global, estão em setores que dependem pesadamente da água, como agricultura, pesca e mineração. Além da maioria das formas de geração de energia e a própria captação, tratamento e distribuição do recurso e saneamento, assim como alguns nas áreas da saúde, turismo e Leia mais

5 (1)"> Legislação para tratamento de efluentes: o que você precisa saber?<span class="rmp-archive-results-widget "><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (1)</span></span>

Legislação para tratamento de efluentes: o que você precisa saber? 5 (1)

1 minuto Sabemos que as regulamentações são vitais para o exercício de qualquer atividade, certo? E você sabe quais as leis regulamentam o tratamento de efluentes? É verdade que a legislação para tratamento de efluentes é uma das mais completas do mundo. Ttambém é verdade que por vezes nos perdemos em meio a tantas leis, decretos e suas atualizações e complementos. Fica tranquilo que vamos te mostrar de forma simples e didática como tudo funciona. No que diz respeito a legislação no tratamento de Leia mais

5 (2)"> Como melhorar a eficiência na ETE em 3 passos<span class="rmp-archive-results-widget "><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (2)</span></span>

Como melhorar a eficiência na ETE em 3 passos 5 (2)

2 minutos Eficiência e redução de custo na ETE? Será que estamos fazendo a coisa certa? Dá para ter certeza que estamos no caminho correto e que vamos chegar aonde desejamos com a eficiência e redução de custo na ETE? Não, não dá! Mas uma análise criteriosa sobre alguns aspectos importantes do seu processo podem lhe ajudar e muito nessa caminhada. Situações típicas no dia a dia como capacidade operacional, tecnologia, falta de monitoramento e manutenção são verdadeiros pesadelos para os gestores e operadores. Tudo Leia mais