Estabelecendo paradigmas e novas percepções na operação de ETE’s

Estabelecendo paradigmas e novas percepções na operação de ETE’s

Tempo de leitura: 2 minutos

5
(1)

Tentativa e erro é um método de resolução de problemas, mas não é o único.E já falamos sobre isso!

Conheça aqui o guia de solução de problema em tratamento de efluentes que elaboramos para te ajudar no desafio do dia a dia operacional!

Estabelecendo paradigma

É um termo de origem grega, “parádeigma”, que significa modelo ou padrão.

Num sentido mais amplo corresponde a algo que vai servir de modelo ou exemplo a ser seguido em determinada situação.

São as normas orientadoras de um grupo que estabelecem limites e que determinam como um indivíduo deve agir dentro desses limites, como diria Voltaire:

 Se você deseja conversar comigo, por favor, defina seus termos. Voltaire (importante ensaísta, escritor e filósofo iluminista francês 1694-1778)

Administrando problemas operacionais

É claro que os problemas fazem parte do nosso cotidiano, eles vem e vão, dia após dia, ano após ano.

Quem opera estação de tratamento de efluentes  já sabe que vivemos numa eterna montanha russa.

Você sai hoje no final do expediente com a sua ETE “um sonho” e retorna no dia seguinte no meio de “um pesadelo”.

O cenário muda drástica e rapidamente e você mal tem tempo de assimilar, e aí então começa a saga das infinitas ações de “tentativa e erro” com intuito de restabelecer o sistema.

A dificuldade maior não está nem no problema que o sistema está apresentando naquele momento, mas sim na falta de um guia ou manual onde a equipe possa se apoiar.

Muitas estações de tratamento de efluentes são desprovidas de manuais, procedimentos, indicadores, check lists, que permitem o corpo técnico agilidade e assertividade na ação.

Nesse instante, vale reforçar que, abre-se uma brecha para gastos desnecessários, isso é mais comum do que se imagina, pois, quando a equipe se depara com um problema, na maioria das vezes, tenta resolvê-lo no famoso “feeling” e a operação é estabelecida na base do “sentimento”.

Elaborando as documentações

Toda essa documentação que abordamos anteriormente é de extrema importância, pois tem como objetivo básico, o de garantir, mediante uma padronização, os resultados esperados por cada tarefa executada, ou seja, é um roteiro padronizado para realizar uma atividade.

E você, já conseguiu mapear o seu processo e implementar as documentações necessárias?

Para lhe ajudar nessa caminhada, nós elaboramos um guia de solução de problemas em processo de lodos ativados, um verdadeiro guia de primeiros socorros.

Esse guia pode ajudá-lo a resolver mais rapidamente as condições atípicas na sua estação de tratamento de efluentes ou servir de referência e inspiração para que desenvolva um focado nos desafios do seu sistema. Baixe o seu aqui.

O que você achou do post?

Avalie-nos

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *