Gestão de Processos

5 (2)"> Conheça as Etapas do Processo de Tratamento de Efluentes<span class="rmp-archive-results-widget"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (2)</span></span>

Conheça as Etapas do Processo de Tratamento de Efluentes 5 (2)

8 minutos Você conhece as etapas de tratamento de efluentes? O tratamento de efluentes acontece em várias etapas, cada uma delas com uma finalidade, operação, controle e monitoramento específicos. Pensou que era tarefa fácil fazer a mágica acontecer? Não é! É bastante desafiador manter todas as engrenagens do sistema em perfeita harmonia. O grau de tratamento de efluentes (ou despejos) depende de 2 fatores básicos: Da qualidade desse efluente antes de ser lançado no corpo receptor. Da legislação ambiental em vigor que regula os padrões Leia mais

5 (1)"> Acabando de vez com os problemas de sedimentabilidade do lodo<span class="rmp-archive-results-widget"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (1)</span></span>

Acabando de vez com os problemas de sedimentabilidade do lodo 5 (1)

5 minutos Tenha certeza de uma coisa, para qualquer observação, desafio ou problema, existem causas prováveis e medidas corretivas. Na identificação de um problema, a observação visual do processo de tratamento é essencial e a capacidade de resolução vital. As observações do teste de sedimentabilidade do lodo diz e muito a respeito da condução do tratamento, mas é importante saber interpretar esse teste que é rápido e simples. Indícios de que pode haver um problema vão desde uma sedimentabilidade “nebulosa”, cinzas no sobrenadante ou Leia mais

5 (2)"> Como monitorar o decantador secundário e obter melhor performance<span class="rmp-archive-results-widget"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star rmp-icon--full-highlight"></i> <span>5 (2)</span></span>

Como monitorar o decantador secundário e obter melhor performance 5 (2)

5 minutos Entenda porque o monitoramento dessa unidade não deve ser ignorada. Ele também merece toda a nossa atenção e é de extrema importância quando falamos em eficiência de processo no tratamento de efluentes. O decantador secundário ou clarificador final como é conhecido por alguns é um dos processos unitários mais importantes e determinante na eficiência do tratamento de efluentes. Os decantadores secundários no processo de lodos ativados são responsáveis pela separação da fase líquida e fase sólida, executando duas funções principais: clarificação e Leia mais

0 (0)"> A importância da suplementação com nutrientes no processo de tratamento de efluentes<span class="rmp-archive-results-widget"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i> <span>0 (0)</span></span>

A importância da suplementação com nutrientes no processo de tratamento de efluentes 0 (0)

6 minutos Você certamente já ouviu falar na relação DBO:N: P. Entenda porque uma relação equilibrada de nutrientes é essencial para o bom desempenho do processo de tratamento de efluentes. A relação de Redfield e sua importância Descoberta em 1934 por Alfred Redfield é a relação atômica de carbono, nitrogênio e fósforo encontrados no fitoplâncton e em todos os oceanos profundos. Esta relação estequiométrica desenvolvida empiricamente foi originalmente encontrada como C: N: P = 106: 16: 1 (e foi recentemente revisada para 117: 14: Leia mais

0 (0)"> Os benefícios de um time capacitado para operação e gestão de processos<span class="rmp-archive-results-widget"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i> <span>0 (0)</span></span>

Os benefícios de um time capacitado para operação e gestão de processos 0 (0)

2 minutos A capacitação permite as empresas alto retorno sobre o investimento de tempo e dinheiro na operação e gestão de ETAs e ETEs. Por que treinar os funcionários para operação e gestão de ETAs e ETEs? “A única coisa pior do que treinar os funcionários e perdê-los é não treiná-los e mantê-los.” – Zig Ziglar Treinamento e educação continuada Soam como ideais nobres de uma empresa, em um mundo perfeito, onde todos os funcionários passariam um quarto de seu tempo aprendendo novos conceitos, Leia mais

0 (0)"> Como elevar o desempenho da sua estação de tratamento de efluentes com a análise microscópica do lodo<span class="rmp-archive-results-widget"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i> <span>0 (0)</span></span>

Como elevar o desempenho da sua estação de tratamento de efluentes com a análise microscópica do lodo 0 (0)

5 minutos Saiba por que é importante analisar e monitorar o lodo biológico do seu processo, e como isso pode trazer uma redução de custos astronômica para sua planta. Como está o desempenho da sua estação de tratamento? Análise microscópica do lodo integra o seu plano de monitoramento? Já possui um microscópio na sua ETE? Se ainda não, veja porque esse equipamento é indispensável! Uma das modalidades de tratamento largamente adotada é o processo de lodos ativados, constituído de duas unidades (tanque de aeração e Leia mais

0 (0)"> 10 Parâmetros fundamentais para manter sua ETE operando em padrão de excelência<span class="rmp-archive-results-widget"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i> <span>0 (0)</span></span>

10 Parâmetros fundamentais para manter sua ETE operando em padrão de excelência 0 (0)

4 minutos Redução de tempo e custo em tratamento de efluentes: revise seus parâmetros de controle. Quantas vezes percebemos que os parâmetros de controle de ETE são insuficientes? Infelizmente, a resposta é “frequentemente”. Poderia reduzir tempo e custo de sua ETE operando implantando-se uma base regular de registro dos principais parâmetros de controle e monitoramento da ETE. A regulamentação das faixas operacionais ideais dos principais parâmetros podem ajudar a prever eventos críticos no processo e permitir medidas corretivas mais adequadas antes que o processo Leia mais

0 (0)"> Respirometria como solução de problemas em estações de tratamento de efluentes<span class="rmp-archive-results-widget"><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i><i class=" rmp-icon rmp-icon--ratings rmp-icon--star "></i> <span>0 (0)</span></span>

Respirometria como solução de problemas em estações de tratamento de efluentes 0 (0)

3 minutos Um dos aspectos mais importantes no desempenho de uma ETE diz respeito a própria rotina de controle e operação realizada pela equipe técnica. É bastante oportuno que ocorra um perfeito conhecimento do processo de tratamento em questão, e também uma eficiente estratégia de controle e monitoramento, e é ai que a respirometria em estações de tratamento de efluentes é fundamental, veja porque. Em um sistema de tratamento de efluentes, é valioso prever como as mudanças operacionais, tais como incrementos de cargas, efluentes Leia mais